Pular para o conteúdo principal

O outro lado de São Luís: preciso da sua ajuda!

Eu estava andando pelas ruas do meu bairro e me desviando do caminho que o esgoto faz nas ruas, e nisso fiquei pensando quantos retratos horríveis São Luís tem. Estamos acostumados a ver fotos de praias e do por do sol, e chamamos de "ilha do amor", mas ao ver a feira da Cidade Operária, por exemplo, não há beleza alguma.

E daí eu tive essa ideia que não posso fazer sozinha. A ideia é fazer retratos que mostrem o pior lado de São Luís, não para criticar a cidade, mas porque não podemos esquecer ou fechar os olhos para os problemas. Acho ridículo comemorar a abertura de mais um shopping, caríssimo por sinal, e ter que andar diariamente por ruas cruéis e absurdamente nojentas. Fico pensando: "isso é a capital?"

Então, quero fazer uma postagem no futuro que colecione várias fotos realmente tristes e revoltantes com coisas que não deveriam mais existir em São Luís, e preciso da ajuda de quem puder registrar tais imagens. Quem tiver interesse, me mande um email para lorena_sa@outlook.com.br e vamos conversar a respeito. Vamos fazer denúncias.


Mais lidos do mês

Um texto sobre maquiagem

Eu estava vendo alguns blogs e canais de meninas e fiquei feliz por ainda cumprir com meu objetivo: não fazer um blog/canal que siga as imposições do gênero feminino: ser vaidosa, e falar de maquiagem e moda. A vez que falei de roupas aqui, foi sobre as roupas que minha mãe fez... E maquiagem? Não, ainda não.

Mas calma, não tô falando que falar dessas coisas seja ruim, claro que não é. Eu gosto de ler e assistir coisas sobre cabelo e maquiagem, gosto das dicas. Só não acho que nasci pra falar disso. Meu gosto pra essas coisas é específico e não "compartilhável". 
Pra provar que não vejo o menor problema com isso, vou falar nesse post sobre as maquiagens que comprei recentemente e as mudanças que fiz no meu jeito de me maquiar desde que passei a acompanhar a Mari Maria.
Sombras e batom da Quem disse, Berenice? foram meus gastos recentes mas com muito  orgulho porque a maquiagem é muito boa. Passei a sombra de manhã e ficou até quando cheguei em casa, quase meia noite, sem re…

#66 Derramei esmalte no meu olho

Esse dia inacreditável aconteceu. A postagem anterior me rendeu um episódio memorável que conto com orgulho e embaraço. Felizmente, a reação da nossa geração frente a qualquer acontecimento, seja bom ou ruim, é tirar foto ou fazer vídeo e colocar na internet. E aqui estão as recordações do dia em que eu derramei esmalte no meu olho:
Bem crianças, eu estava pintando minha unha com Maçã do Amor, da Risqué e, enquanto pintava do dedo anelar direito, o pincel, de alguma forma, caiu pra trás da minha mão com a qual o segurava, bateu a ponta na mesa, e espirram gotas das cerdas que vieram diretamente para o meu pescoço e, óbvio, o meu olho. Eu corri desesperadamente em direção à pia da cozinha porque a do banheiro não está prestando, e gritei. Meu irmão dormia profundamente na sala, mas acordou perguntando "o que aconteceu?", eu falei, e ele "ah tá" e voltou a dormir. Que preocupação.
Voltei pro quarto e fui pegar o esmalte, mas o vidro caiu pra dentro da bacia com água…

O dublador de Jack Sparrow mudou

Assisti Piratas do Caribe: A vingança de Salazar e me deparei com uma coisa que acho horrível: a mudança de um dublador. Sim, eu assisti e assisto filmes dublados. Na primeira respiração de Jack Sparrow eu percebi esse fato que parte meu coração (ou seriam os ouvidos?). Pesquisei e achei uma coisa bem triste, mas calma! O dublador não morreu. Marco Antonio Costa, dublador antes oficial de Jack Sparrow, fez a seguinte postagem no facebook. Coloquei o texto por completo aqui, mas vou deixar o link no final:
Meus amigos e fãs de dublagem, eu venho comunicar que, infelizmente, não dublei o próximo filme da franquia "Piratas do Caribe".  O motivo? Simples. Eu explico. A Disney muitas vezes paga de 20 a 30 vezes mais para atores "Globais" ou mais conhecidos como "Star Talents" para alguns personagens em seus filmes. Quando foram dublar "Procurando Dory", chegaram a pagar 40 vezes mais do que um dublador recebe para dois "Youtubers", pois segun…

Meus artigos de papelaria e desenho

Só quem tem uma paixão descontrolada por material escolar/papelaria/material de desenho vai se sentir profundamente tocado por essa imagem:

Vamos aos itens, onde comprei cada um, quanto foi, e o que acho deles (pelo menos dos importantes). Ah, antes de fazer a lista, quero dizer que essa é só a metade do material que eu tenho.
- Estojo Quanto? R$ 7,00. Onde? Comprei numa papelaria do meu bairro. Eu queria na verdade um que fosse felpudo e rosa. Mas só tinha felpudo verde, daí escolhi esse rosa. Quando cheguei em casa é que percebi que ele é estampado com itens esportivos - o que não tem nada a ver comigo, porque sou super sedentária.
- Régua Quanto? R$ 1,75. Onde? No querido Mateus Supermercado! Eu não uso muito régua, mas precisava ter uma pra vez ou outra que precisasse fazer uma linha reta. Comprei essa cor de rosa transparente baratíssima!
- Borrachas Faber Castell Quanto? R$ 4,80. Onde? No querido Mateus Supermercado de novo! Na verdade eu tinha uma borracha novinha, que comprei ju…

Como falhei miseravelmente

Novembro não foi um mês favorável ao blog. Tive que cumprir minhas obrigações acadêmicas e extra acadêmicas, que o blog ficou mesmo caído, a acumular poeira e telha de aranha virtuais! Mas vamos voltar, vamos sim! Vamos continuar. Os dias que passaram vão permanecer em branco, eu não vou voltar no tempo. Agora é seguir em frente


Os dois principais textos a serem feitos são: Kit da TAG de novembro e Liga da Justiça é melhor que Thor Ragnarok. 

Eu tinha um propósito difícil a seguir: escrever um texto por dia. Eu continuo escrevendo bastante, mas outras coisas, que não tem absolutamente nada a ver. E é preciso fazer jus ao termo "blogueira", no seu sentido raiz!

Então é isso: peço desculpas pela lacuna, mas vamos continuar como se nada tivesse acontecido ;)

Liga da Justiça é melhor que Thor Ragnarok!

Fiz um texto falando sobre Thor. Na verdade sempre que assisto um filme "importante" eu comento aqui. Pelo que disse lá, o filme é legal, mas foge um pouco do que a gente tava acostumado a ver. É muita piada, toda hora, aquela coisa forçada mesmo.

Liga da Justiça, por outro lado, acertou no limite entre a ação e a comédia, sendo pra mim o Batman o mais engraçado porque ele fica distante das lutas pesadas - porque ele não pode fazer muita coisa, né?

Como vocês já devem saber, quem rouba a cena nesse filme é o Flash, engraçadinho como se espera que o Flash seja!

A história do filme é a mesma de todos os outros filmes de heróis que existem no universo, mas ver os personagens interagindo é que é o legal. Considero que Liga da Justiça acertou onde Thor Ragnarok errou: o momento de piadas.



Kit da TAG de Outubro 2017

Ah, mais um mês que chega e com ele o maravilhoso Kit da TAG - Experiências Literárias. Quem escolheu o livro do mês foi ninguém menos que Chimamanda Ngozi Adichie, que escolheu um dos livros preferidos dela, que aliás é inédito no Brasil, e vocês conhecerão agora comigo.


Kit Completo!
Como podem ver, o livro é de Buchi Emecheta, escritora nigeriana que não tem nenhuma obra publicada no Brasil, além da que a TAG trouxe agora, "As alegrias da maternidade".


O mimo foi esse bloquinho com uma ilustração com figuras africanas:



A revistinha informativa imita o desenho da capa do livro:

A box do livro veio um pouco diferente das outras, o que me desagradou um pouco. A lombada não tem o nome do autor nem o nome do livro, além da própria textura que algo que lembra papelão, áspero e rústico. Essa a linhagem da família de Nnu Ego, a personagem principal dessa história, que ajuda muito a lembrar, até porque são nomes de pessoas da Nigéria, uma cultura totalmente diferente, ninguém se ch…

Kit da TAG Novembro de 2017

Mais um mês, mais um kit da TAG - Experiências Literárias. Confesso que o livro é a parte que menos sinto ansiedade, porque nunca é um livro que eu conheça, então nem tenho expectativas. O lance mesmo é o mimo que vem. Esse sim desperta meu maior interesse. Vamos ao Kit?

E agora por partes. A melhor coisa, como eu havia dito, foi o mimo. UM BARALHO LITERÁRIO!


A revistinha informativa também tem uns desenhinhos lindinhos.


A box do livro, na minha opinião, foi a mais simples de todo o ano.


E enfim, o livro: As três Marias, de Rachel de Queiroz.


Ah, por último, o marca-página:


Lembrando que: se você se associar a TAG usando meu código de indicação: LORFHUWQ você ganha 35 reais em crédito pra gastar na loja da TAG, que é exclusiva para associados!

#49 Histórias assustadoras de interiores do Maranhão

Quando criança, ouvi muitas histórias contadas pelo meu pai, especialmente nas noites em que faltava energia e eu ficava ouvindo, à luz de velas, inúmeras histórias. São relatos dos mais velhos contando algo que viveram quando mais novos. Em geral, são assustadores. Se não gosta dessas histórias de terror, melhor parar a leitura aqui.


O cajueiro
Na última praia do litoral maranhense chamada Porto do Meio, uma senhora contou uma história muito interessante. Quando menina, ela costumava brincar num cajueiro da sua casa depois do almoço. Um dia, apareceu para brincar com ela o seu avô (que já falecera). Feliz, contou aos familiares quem havia brincado com ela. Ninguém acreditou, mas ainda assim o cajueiro foi cortado.

O navio cargueiro
Na década de 70, um navio cargueiro que ia para Belém encalhou nos bancos de areia em frente a praia de Caçacoeira, também do Maranhão, porque o mestre do navio não conhecia as áreas. Os moradores das praias vizinhas começaram então a saquear as mercadorias…

O que fazer em Cururupu MA

Finalmente, depois de um mês, faço um post com as fotos da viagem a Cururupu, Maranhão, minha cidade natal. Mas isso aqui de fato vai ser mais foto do que texto, então, vamos lá?

Saímos as 14h para um interior chamado Tapera de Baixo, claro passando por outros povoados. Os vídeos que fiz da viagem estão todos nessa playlist no meu canal.
Antes de chegar ao povoado, paramos em um riacho, onde tirei essa foto. Porém, editei e coloquei ela de ponta cabeça:


O lugar é assim no normal haha

 E claro que tive que fazer uma selfie
E tem esse cantinho lindo
Onde eu obviamente tive que tirar uma foto
Coloquei os pés na aguinha gelada
Meu pai atravessou o rio na moto
Meu irmão também
Uma última foto do rio antes de ir embora de lá

Seguindo viagem, fomos na casa de uma mulher que tem essa visão da janela do quarto. Sim, é maré lá embaixo. O sítio fica depois do povoado 

Tirei essa foto porque o céu tava muito azul, cara
Antes de ir, mais uma fotinha minha na paisaje
 Passamos por outro rio, mas t…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...